Carta IEDI

Carta IEDI
Publicado em: 28/04/2017

À exceção da indústria de alta tecnologia, as exportações de todas as demais faixas cresceram no primeiro trimestre de 2017, o que não foi suficiente para evitar uma piora do saldo externo de manufaturados.

Carta IEDI
Publicado em: 20/04/2017

Professor da Universidade de Londres, Antonio Andreoni analisa a variedade de modelos, pacotes e instrumentos de políticas industriais utilizadas nos dias atuais pela Alemanha, Estados Unidos, Japão, Brasil, China e África do Sul. 

Carta IEDI
Publicado em: 13/04/2017

A economia brasileira segue extremamente debilitada, ainda que o nível de atividade não esteja mais caindo aceleradamente como nos anos anteriores.

Carta IEDI
Publicado em: 07/04/2017

A indústria brasileira começa o ano de 2017 como níveis de atividade muito baixos tanto em janeiro como em fevereiro, compondo um quadro de exaustão no setor.

Carta IEDI
Publicado em: 31/03/2017

O quadro geral da economia é menos dramático do que já foi, especialmente para a indústria, mas nem todos os setores estão na mesma situação, a exemplo de comércio e serviços que tiveram quedas intensas em janeiro.

Carta IEDI
Publicado em: 24/03/2017

A política industrial está em voga no mundo, tanto no debate como nas ações de governos de países desenvolvidos e em desenvolvimento.

Carta IEDI
Publicado em: 17/03/2017

Se há sinais de melhora na economia, o último trimestre de 2016 serviu de alerta para insuficiência dos esforços para a retomada, principalmente no que tange ao papel das exportações (arrefecimento de seu ímpeto) e do investimento (nova queda).

Carta IEDI
Publicado em: 10/03/2017

Em janeiro, pode ser que a indústria deu o primeiro passo em direção a uma recuperação, mas o quadro, por ora, aproxima-se mais da estabilidade.

Carta IEDI
Publicado em: 03/03/2017

Nenhum dos quatro segmentos por intensidade tecnológica da indústria de transformação ampliou sua produção física em 2016, mas há alguns sinais favoráveis especialmente naqueles tecnologicamente mais intensivos.

Carta IEDI
Publicado em: 24/02/2017

Relatório da OCDE analisa as tendências recentes em ciência, tecnologia e inovação nas economias desenvolvidas e nas principais economias emergentes.

Carta IEDI
Publicado em: 17/02/2017

Em 2016, o desempenho da economia brasileira não deve ser muito diferente daquele de 2015, mas houve uma mudança importante de perfil no nível setorial.

Carta IEDI
Publicado em: 10/02/2017

O ano de 2016 encerrou com mais conjuntos de bens da indústria de transformação ampliando suas exportações. Três das quatro faixas de intensidade tecnológica exportaram mais do que em 2015: as de alta, média-alta e baixa intensidade. 

Carta IEDI
Publicado em: 08/02/2017

Apesar do recuo do déficit em conta corrente para 1,3% do PIB em 2016, as contas externas brasileiras foram deficitárias em função da forte redução dos fluxos líquidosde capitais.

Carta IEDI
Publicado em: 03/02/2017

O ano de 2016 não terminou tão mal, mas não devemos nos enganar sobre o significado do ano como um todo para a indústria: terceiro ano de crise e uma moderação tímida das perdas.

Carta IEDI
Publicado em: 27/01/2017

Os resultados da PINTEC referente ao triênio 2012-2014 mostram um quadro pouco animador, no qual o ímpeto inovador das empresas industriais brasileiras permaneceu estável e o alcance das suas inovações esteve restrito ao ambiente local.

Carta IEDI
Publicado em: 20/01/2017

A desvalorização cambial entre 2012 e 2015 contribuiu para atenuar a concorrência chinesa nas três principais regiões de destino das exportações brasileiras de bens manufaturados

Carta IEDI
Publicado em: 13/01/2017

Em novembro, a atividade econômica do país ficou praticamente paralisada, depois de um mês de outubro bastante ruim.

Carta IEDI
Publicado em: 06/01/2017

Em novembro, a alta da produção industrial além de muito pequena foi ensejada por apenas metade dos setores acompanhados pelo IBGE.

Carta IEDI
Publicado em: 30/12/2016

A farmacêutica brasileira se prepara para dar mais um passo importante com o desenvolvimento da biotecnologia, mas enfrenta desafios devido à crise econômica.

Carta IEDI
Publicado em: 23/12/2016

Segundo a CEPAL, os países latino americanos, como o Brasil, passam por um processo de desindustrialização, algo que poderia ser combatido com uma política industrial moderna e eficaz, como sugere a UNCTAD.